quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Cloreto de magnésio PA - Informações

Cloreto de Magnésio P.A – Informações gerais para iniciantes:


'
Sobre o magnésio: O magnésio é um dos minerais essenciais para a regeneração celular, e é utilizado em mais de 350 reações enzimáticas no organismo, mais do que qualquer outro mineral. Ao lado de oxigênio e iodo, o magnésio é o terceiro elemento mais importante para sustentar a vida, assim como para proporcionar qualidade de vida.
O cloreto de magnésio funciona como um suplemento alimentar cheio de benefícios para a saúde, que nos ajuda a manter o corpo jovem e vigorante, além de colaborar no combate e prevenção de muitas infecções. Este composto é realmente útil e benéfico para todas as idades, ainda que como princípio ativo também apresente algumas contraindicações importantes que devem ser consideradas (ouça ao final).

O cloreto de magnésio possui os seguintes benefícios:
• Funciona como um excelente purificador do sangue, ajudando a equilibrar seu pH. Graças a este benefício, o cloreto de magnésio nos ajuda a prevenir muitas doenças.
• Ajuda a eliminar o ácido que se acumula nos rins, promovendo o funcionamento e a saúde renal.
• Estimula as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos, contribuindo, desta forma, a manter um equilíbrio mental.
• É ideal para os esportistas ou pessoas com alto rendimento físico, já que ajuda a prevenir e combater as lesões musculares, cãibras, fadiga e/ou cansaço muscular.
• Estimula o bom funcionamento do sistema cardiovascular, prevenindo as doenças do coração.
• Ajuda a diminuir os níveis do colesterol ruim, estimulando a boa circulação do sangue e prevenindo doenças.
• É um poderoso remédio anti-estresse, que também ajuda a combater a depressão, os enjoos e a fadiga.
• É muito importante na regulação da temperatura do corpo.
• Previne problemas como as hemorroidas, melhora a saúde intestinal e ajuda em casos como a colite, prisão de ventre, entre outros.
• Previne os problemas da próstata e ajuda a combatê-los.
• Fortalece o sistema imunológico, ajudando a prevenir e a combater os resfriados.
• Previne o envelhecimento precoce, já que oferece vitalidade ao corpo e promove a regeneração celular.
• É um elemento chave na prevenção da osteoporose, pois atua como um fixador de cálcio nos ossos.
• O cloreto de magnésio previne a formação de cálculos renais, impedindo que o oxalato de cálcio se acumule nos rins.
• Promove a saúde da mulher, já que diminui os sintomas da TPM e estimula a regulação hormonal.
• Combate os radicais livres, evitando a formação de tumores e verrugas.
• Promove a limpeza das artérias, prevenindo ao mesmo tempo a arteriosclerose.

Atenção! Contraindicações do cloreto de magnésio:

Ainda que o cloreto de magnésio apresente muitos benefícios para a saúde, cabe destacar que para alguns casos está contraindicado e é melhor antes de consumi-lo consultar previamente um profissional capacitado.
• Está contraindicado para as pessoas que sofrem de diarreia, pois tem um efeito laxante, sobretudo em doses mais altas.
• Deve ser evitado em pessoas com doenças renais, especialmente as que sofrem de insuficiência deste tipo.
• Não deve ser consumido quando se sofre de colite ulcerosa, pois pode aguçar as diarreias.
• Ao tomar antibióticos, o cloreto de magnésio pode diminuir a eficiência de alguns deles, é por isso que se recomenda tomá-lo 3 ou 4 horas antes de consumir o antibiótico.

Como preparar o Cloreto de Magnésio P.A para o consumo:

O Cloreto de Magnésio P. A se apresenta em diferentes configurações, podendo ser encontrado em cápsulas, gotas ou em pó/granulado. Pesquisas apontaram que a configuração em pó é a mais indicada, devido à dinâmica de absorção do composto e os resultados já alcançados e relatados. Este formato, em geral, pode ser encontrados prontos em farmácias tradicionais ou podem ser manipulados em farmácias especializadas.

Atenção: A indicação aqui descrita é para o Cloreto de Magnésio P.A, sigla que quer dizer (para análise), ou seja, é uma versão pura do mineral, procure se atentar à isto quando solicitar a substância na farmácia escolhida.

O sachê com 33 gramas é o ideal para a praticidade no preparo, uma vez que é a quantidade correta de Cloreto de Magnésio P. A. No caso da aquisição de quantidades maiores, em pacotes de meio quilo por exemplo, a medida deve ser feita até se alcançar os 33 gramas indicados.
Estando em posse dos 33 gramas de Cloreto de Magnésio P. A, faça nova medida, agora com a quantidade correta de água para diluição, que é um litro e meio. Esta medida pode ser feita através do liquidificador, que em geral, vem com as marcações ao longo do copo.
Encha o copo do liquidificador até a medida correta, se atentando para a qualidade da água, que deve ser filtrada ou mineral, ponha os 33 gramas do Cloreto de Magnésio e misture até que o composto fique homogênio. Não precisa utilizar o motor do liquidificador, basta apenas mexer com uma colher de madeira ou material qualquer. O motor pode ser utilizado, mas 5 segundos já são suficientes para homogeneizar a mistura, não é necessário bater por tempo maior.

Armazenamento:

Estando com o composto devidamente preparado, este deve ser armazenado num recipiente de vidro, escuro. Garrafas de vinho e de suco de uva puro encontrados nos supermercados são exemplos de recipientes possíveis, contanto que caiba toda a quantia de 1 litro e meio, ou no caso de não caber numa só garrafa, pode-se utilizar duas de 750 ml por exemplo.
A razão de ser aconselhado recipientes de vidro, escuro, ao invés do plástico transparente, é a de que o plástico, ao entrar em contato com substâncias abrasivas, acaba por liberar certas toxinas características de sua composição. E a razão de ser escuro, é a de que o Cloreto de Magnésio é fotoreagente, ou seja, ele reage à luminosidade, tal como o vinho, o que faz com que suas propriedades químicas moleculares sejam alteradas, podendo perder parte de sua eficácia.

Dosagens a serem tomadas:

É indicado que os iniciantes no uso do Cloreto de Magnésio P. A comecem com uma dose diária de 50 ml, que pode ser ingerida pela manhã ou antes do almoço, de acordo com a dinâmica do dia e a predileção do usuário.
As reações devem ser observadas dia a dia, sentindo como o corpo reage ao mineral. Caso seja notada alguma alteração fisiológica, como o efeito laxante, a dose deve ser diminuída, para 25 ml por exemplo, até que o corpo se adapte ao composto e passe a aceitar doses maiores.
Após 5 dias ou uma semana corrida com a ingestão de 50 ml sem qualquer problema observado, o usuário pode passar a utilizar 100 ml, divididos em duas doses de 50 ml, sendo uma pela manhã ou a tarde, e outra a noite.
Para usuários que tenham como foco a melhoria de algum problema de saúde específico, pode ser utilizada uma dose diária de até 150 ml, divididos em 50 ml em cada turno do dia, sendo esta quantia alcançada após, por exemplo, 30 ou 45 dias de uso contínuo da dosagem anterior de 100 ml.

Notas:

Estas indicações são genéricas e se pautam em pesquisas na internet e relatos de pessoas que passaram a utilizar este mineral e notaram melhorias em diversos setores do corpo. Não ultrapasse os limites de dosagens e medidas aqui descritos sem orientação especializada, não nos responsabilizamos por quaisquer decisão pessoal que alguém por ventura tome a partir do que aqui foi dito.
Estas palavras devem ser tomadas como sugestões. Todas as informações dispostas podem ser encontradas facilmente em diversos sites especializados, com acréscimos, como já foi dito, das experiências dos usuários que passaram a relatar suas experiências no grupo da temática em questão.

Existem relatos de melhorias visuais, de patologias como a Retinose Pigmentar. Estes relatos são pessoais e intransferíveis, não foram obtidos de fontes científicas, não vieram de estudos comprovados, e sim da experiência pessoal de usuários que passaram a fazer uso do composto por razão qualquer, e notaram melhoria na visão. Ou seja, não há qualquer garantia de que o Cloreto de Magnésio tenha ação direta em doenças como a mencionada. Sim, pode haver ganho de acuidade visual, de absorção de luminosidade e de nitidez, mas nenhum destes efeitos é certo e garantido, são possibilidades fundamentadas apenas nos relatos pessoais de diversas pessoas que passaram a fazer uso do mineral, seguindo as orientações aqui organizadas.

Boa sorte à todos os que passem a fazer uso do Cloreto de Magnésio para melhoria de sua saúde como um todo, e lembrem-se, não abram mão do acompanhamento de um profissional da saúde.

Abraços

Retirado do grupo cloreto de magnésio Pa

Um comentário: